A avó que eu queria ter

img_2483-1

Minha avó Eugênia faleceu quando eu tinha apenas um ano de idade. Até então era ela quem cuidava de mim, para que minha mãe pudesse trabalhar e nos sustentar. Nunca conheci minha avó paterna. Na adolescência, adotei e fui adotada pela avó do meu irmão, que me amava como sua neta mais velha. E ela também partiu cedo demais, poucos anos depois.

Penso que ter uma avó está entre as melhores coisas que podem acontecer a alguém. Sempre que posso eu me aproveito das nonnas alheias, bebo de sua sabedoria, repouso em seus abraços carinhosos. E hoje, conversando com amigas sobre a casa da minha mãe, notei que meu bebê vai ter a avó que eu sempre sonhei pra mim.

Percebi que a casinha dela vinha há tempos sendo cuidadosamente preparada para se transformar naquele refúgio de conforto e amor onde os netos são acalentados. Uma casa simples e acolhedora. Com uma gata do lado de dentro sonhando em atacar os passarinhos, e uma cachorra babona no quintal. Os passarinhos não aparecem só para provocar a gata: eles vêm porque sempre tem água e frutinhas para eles. Tem também muita flor, ervas frescas para um chazinho e para temperar as delícias preparadas no fogão, e pés de fruta. Tem infinitos cacarecos que servem de vasinhos para uma floresta de suculentas delicadamente arranjadas em jardinzinhos mágicos. Tem álbum de fotografias muito antigas, em preto e branco. Tem máquina de costura e o sinal definitivo de uma casa de vó: um pequeno fogão à lenha que aquece o lar no inverno, e serve para assar os pinhões quando chega a época.

Lá dentro mora uma avó que é única. Conhece segredos antigos, remédios caseiros, receitas de família. E também é inteligente, atualizada, produtiva, trabalhadora, vive na internet. Sabe fazer reiki, massagem e induzir ao relaxamento crianças (e adultos) que não conseguem dormir. Encontra soluções criativas, inventa moda, não tem medo de se arriscar, diz o que pensa, pratica o que fala e vive fazendo o bem.

Que alegria saber que nosso amorzinho terá essa vovó tão especial, que até hoje cuida de mim e em breve terá em seu currículo, além da qualificação de melhor mãe do mundo, a de melhor avó.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s